27.1.15

Dior Couture 2015 lover



Vão sempre ter os que vão dizer que a Alta Costura da marca já foi mais "alta costura". Definitivamente, os últimos desfiles, alias, todos os últimos desfiles de Couture da Maison Dior foram extremamente minuciosos e ladylike, chegou uma hora, que eu realmente nem assistia mais ou ficava curiosa para ver o que tinha de novo, porque apesar de um trabalho impecável e maravilhoso, era sempre impecável e maravilhoso. E até isso cansa.

Nós estamos em 2015, de alguma forma o que nos leva a pensar alem é a surpresa, e a coragem de Raf Simons de se livrar do conceito de sempre, é fantástica.

Com um tema comum, clichê (mesmo assim maravilhoso) David Bowie, Raf conseguiu transformar em uma obra de pop arte seu desfile de spring couture 2015. Mudar a percepção Ladylike Dior foi com certeza uma atitude ousada, e que talvez não agrade todos os críticos. Mas temos que concordar que ele conseguiu em seus minuciosos detalhes, encontrar a linha tênue, e chegar a uma perfeição, mesmo que pop e mais comercial. A coleção e toda a atmosfera do desfile conversam sem o menor esforço. Experimentalismo e psicodelia sem deixar o charme clássico Dior, nunca achei que fosse possível esses três aspectos conversarem e se darem tão bem. Fazia uns bons anos, provavelmente Balenciaga Spring Rady to Wear 2008 que não ficava animada com a "moda" em geral.



























Bravo!

28.12.14

SUMMER TIME DATING MANTRA


" I don't want your number (no)

I don't want to give you mine and (no)
I don't want to meet you nowhere"

NEW OR OLD??







bye

30.11.14

19.11.14

kids


I don't have any.
(Kids)








I'm very satisfied. Thinking about my squares, and the real meaning behind. The real meaning is, you remember when you was a kid and didn't know the name of the things/objects? So, this feeling. I'm crazy about this feeling. Have a name for this?

X,
C.